M2155

12th October 2023

Incêndio em Container

Relatório Inicial

Durante uma viagem, um contêiner de 20 pés carregado com baterias de íons de lítio pegou fogo. A carga havia sido declarada erroneamente como não perigosa.  Apesar da dificuldade e do risco de segurança ao acessar um contêiner acima do convés em um espaço confinado, a tripulação perfurou o contêiner e inundou a carga em chamas com água. Essa ação controlou o fogo até que a embarcação chegasse ao porto seguinte, onde o contêiner foi descarregado para uma investigação das autoridades do terminal.

Coment√°rio CHIRP

As a√ß√Ķes da tripula√ß√£o na conten√ß√£o do inc√™ndio at√© a embarca√ß√£o chegar ao porto s√£o louv√°veis, assim como a decis√£o do porto em aceitar a embarca√ß√£o ‚Äď muitos portos recusam embarca√ß√Ķes se houver um inc√™ndio de qualquer tipo a bordo. No entanto, estes inc√™ndios requerem equipamentos e t√©cnicas especializadas para a extin√ß√£o, que s√≥ est√£o dispon√≠veis nos portos. Tanto os portos como os gestores de navios precisam desenvolver e aplicar procedimentos de emerg√™ncia robustos para inc√™ndios em baterias de l√≠tio: o equipamento e a forma√ß√£o tradicionais s√£o insuficientes.

√Č fundamental que os embarcadores declarem corretamente as baterias de l√≠tio e outras mercadorias perigosas. N√£o fazer isso colocar√° potencialmente a vida das tripula√ß√Ķes em perigo, porque elas n√£o ter√£o levado esse fator em considera√ß√£o ao receber a carga, nem estar√£o preparadas para enfrentar um inc√™ndio deste tipo. Lamentavelmente, manifestos incorretas de carga ocorrem com frequ√™ncia.

O Sistema e Rede de Notificação de Incidentes de Carga (CINS) lançou um documento de orientação abrangente (CSAR-101A) que é um documento de referência inestimável para as partes interessadas que transportam baterias de lítio e fornece diretrizes para o seu transporte seguro em contêineres.

Os embarcadores devem cumprir rigorosamente todas as regulamenta√ß√Ķes nacionais e internacionais relevantes de seguran√ßa, sa√ļde e meio ambiente ao transportar mercadorias contendo baterias de l√≠tio. Devem avaliar minuciosamente as condi√ß√Ķes de transporte previstas, incluindo fatores como fabricantes e clientes envolvidos, e realizar uma avalia√ß√£o abrangente dos riscos inerentes √† cadeia de abastecimento.

A seleção de contêineres apropriados e o cumprimento dos procedimentos de embalagem adequados são especialmente importantes ao enviar baterias de lítio. Use unidades de carga com temperatura controlada ou locais de armazenamento com proteção térmica se as temperaturas esperadas dentro de um contêiner excederem 40 graus Celsius durante a viagem.

Ao seguir as diretrizes do CINS, as partes interessadas podem reduzir significativamente o risco de incidentes como fugas t√©rmicas, que podem ser dif√≠ceis de conter e extinguir. √Č essencial mencionar que um evento de fuga t√©rmica cria temperaturas muito elevadas, gases t√≥xicos e pode ser inextingu√≠vel.

As técnicas tradicionais de combate a incêndios são inadequadas para estes incêndios e há uma necessidade urgente de evolução da formação e do equipamento para enfrentar os perigos de um incêndio em baterias de lítio. Em particular, o CHIRP está preocupado com o fato de muitos portos não terem estabelecido procedimentos para combater tais incêndios a bordo dos navios, nem terem ainda designado um fundeadouro ou cais seguro para tal eventualidade.

Principais quest√Ķes relacionadas a este relat√≥rio

Capacidade ‚Äď A declara√ß√£o incorreta de carga acontece com muita frequ√™ncia. Propriet√°rios, afretadores e embarcadores devem garantir que suas organiza√ß√Ķes tenham boas habilidades e processos de gest√£o de documentos em vigor. Da mesma forma, os navios e os portos devem ter um plano e equipamento para combater um inc√™ndio em baterias de l√≠tio. Com que frequ√™ncia s√£o praticados?

¬†Consci√™ncia Situacional ‚Äď Compreender o papel de todos na cadeia de abastecimento √© a forma mais eficaz de transportar produtos perigosos com seguran√ßa.

  • consci√™ncia situacional