M2211

28th February 2024

Escotilhas abertas no mar

Relatório Inicial

O CHIRP recebeu um relato de um navio no mar. O navio cruzou com um graneleiro handy-size e observou uma luz dentro de um dos guindastes de carga, com duas de suas seis escotilhas de porão de carga abertas. Na época, o navio observado navegava a 7 nós em uma área movimentada de navegação.

 O AIS da embarcação indicou que o porto de destino da embarcação estava nas proximidades. Ao observar a ação do graneleiro, o colaborador notou que o navio havia mudado de rumo para buscar abrigo a sota-vento de uma ilha próxima.

¬†Era noite e as condi√ß√Ķes clim√°ticas eram Beaufort 3, com swell de 1,0 m e possibilidade de chuva.

Coment√°rio CHIRP

√Č crucial destacar a natureza de alto risco de certas opera√ß√Ķes mar√≠timas. Abrir tampas de escotilhas e operar guindastes no mar apresentam perigos significativos e estas atividades devem ser fortemente desencorajadas. Al√©m disso, trabalhar √† noite nas √°reas externas enquanto a embarca√ß√£o estiver navegando √© desnecess√°rio e deve ser evitado.

A decisão de buscar abrigo a sota-vento de uma ilha, conforme relatado, indica que a embarcação pode ter tomado essa ação devido a uma emergência.

Operar guindastes e abrir totalmente as tampas das escotilhas dos por√Ķes de carga no mar pode sujeitar os componentes do guindaste, como pinos de apoio, rolamentos, polias e cabos, a estresses adicionais √†queles para os quais ele fora projetado. Mesmo sob baixo swell, o potencial de movimento sincronizado com o mar e a ondula√ß√£o pode levar a movimentos oscilantes incontrol√°veis ‚Äč‚Äčdo grab, representando uma amea√ßa grave, e causar danos ao por√£o, ao guindaste e aos cabos.

As tampas das escotilhas dos por√Ķes de carga s√£o projetadas para opera√ß√£o no porto ou em fundeadouros protegidos. A tentativa de abri-las no mar pode resultar em danos substanciais aos cilindros hidr√°ulicos que as controlam e em poss√≠veis problemas de desalinhamento.

Em rela√ß√£o √† navega√ß√£o, a embarca√ß√£o deve cumprir o RIPEAM. Tomar as medidas adequadas para evitar colis√Ķes, como alterar o rumo, pode impactar as for√ßas din√Ęmicas que atuam no casco, na carga, nos guindastes e nas tampas das escotilhas de carga da embarca√ß√£o. Garantir o cumprimento rigoroso das diretrizes e regulamentos de seguran√ßa √© essencial para mitigar riscos e garantir o bem-estar da tripula√ß√£o e a integridade da embarca√ß√£o.

Principais quest√Ķes relacionadas a este relat√≥rio

Consci√™ncia Situacional ‚Äď As consequ√™ncias da realiza√ß√£o de opera√ß√Ķes no mar devem ser compreendidas. Este √© um √ļltimo recurso e requer a contribui√ß√£o e envolvimento dos gestores para mitigar os riscos.

 Alerta- Se a carga estiver se deslocando, afetando a estabilidade do navio, será necessária ajuda da estação da guarda costeira mais próxima e uma arribada para o porto mais próximo deverá ser considerada. A gestão deve ser informada.

  • Alterando
  • consci√™ncia situacional

Up next: