M1900P

16th August 2022

Lesão Corporal (Caso de Tratamento Médico)

Relatório Inicial

Enquanto a embarcação estava fundeada, o chefe de máquinas estava fazendo trabalhos de manutenção no castelo de proa reparando com solda a buzina de atracação de boreste. Veja as fotos abaixo.

Durante esta atividade ele sofreu uma lesão quando um fragmento de metal atingiu seu olho. Três dias depois, o chefe de máquinas relatou o incidente ao comandante, reclamando de dor ocular e irritação. Felizmente o navio estava perto de um porto e ele foi transferido para a terra para tratamento médico. Um oftalmologista removeu a partícula e ele foi capaz de retornar a bordo apto para o serviço.

O incidente ocorreu durante o dia e durante o horário de trabalho regular. O chefe de máquinas havia cumprido suas horas de descanso antes do início da atividade de trabalho. O trabalho foi realizado como planejado, com as PTs e APRs realizadas.

O tempo estava uma brisa suave com um balanço leve. No entanto, de acordo com os relatos da embarcação, rajadas repentinas de vento e chuvas começaram durante a atividade de trabalho.

Pelo depoimento do chefe de máquinas, ele estava usando proteção ocular quando começou o trabalho. No entanto, como o trabalho foi realizado em local restrito, os óculos foram removidos posteriormente.

Comentário CHIRP

O castelo de proa é particularmente propenso a correntes de vento, e a proteção ocular nunca deve ser removida até que o trabalho seja concluído.

É sabido que muitos tipos de proteção ocular podem se embaçar com umidade, atrapalhando a visão do trabalhador. Alguns óculos de má qualidade podem ser mal ajustados, o que os torna desconfortáveis de usar, de modo que a tentação de os remover possa ser convincente. Se isso acontecer, pare o trabalho, limpe os óculos ou ajuste-os, mas nunca os remova enquanto o trabalho ainda estiver acontecendo.

Só temos um par de olhos, e todos os esforços devem ser feitos para protegê-los.

Pensamentos comuns – Eu não preciso deles; só vai levar um segundo; sem problemas, eu vou ficar bem; os óculos são desconfortáveis; Vou usar meus óculos de sol. Isso te soa familiar?

Principais questões relacionadas a este relatório

Consciência situacional – A localização do trabalho pode ser desafiadora por causa das correntes de ar, que podem ser perigosas devido às partículas que se desprendem durante o trabalho de solda e esmerilhamento. Embora possa haver pouco ou nenhum vento quando o trabalho começa, isso pode mudar rapidamente à medida que o navio se move com a maré e o vento afeta o local de trabalho.

A esmerilhadeira também apresenta um sério perigo e deve ser sempre protegida; a que é mostrada no relato não tem uma tampa protetora instalada e não deveria ter sido usada.

Alerta – O chefe de máquinas estava realizando o trabalho e não foi questionado. A cultura da empresa era robusta o suficiente para questionar/alertar o chefe de máquinas de que o esmerilhadeira era insegura, não podendo ser usada e que os óculos devem ser sempre usados para evitar que os detritos impactem os olhos e o rosto?

Excesso de confiança (Complacência) – O chefe de máquinas costuma ser um oficial experiente. Isso foi um fator que gerou excesso de confiança na ocorrência? O chefe de máquinas levou três dias para informar que seu olho estava doendo. Atrasos em chegar a um oftalmologista podem muitas vezes ter graves consequências.

Nós só temos um par de olhos, e todos os esforços devem ser feitos para protegê-los

  • Complacency
  • Loss of Awareness
  • Lack of Assertiveness

Up next: